Bahia cede o empate ao Guarani e adia novamente o acesso

O Bahia adiou mais uma vez o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro! Na noite desta sexta-feira (28), o Tricolor abriu o placar com Lucas Mugni no primeiro tempo, mas cedeu o empate em 1 a 1 ao Guarani, na Arena Fonte Nova, pela 37ª rodada da Série B. Yuri Tanque foi o autor do gol dos visitantes.

O Esquadrão de Aço chegou aos 59 pontos e assumiu o terceiro lugar na tabela de classificação, ultrapassando o Vasco, com a mesma pontuação, por ter melhor saldo de gols. Enquanto o Ituano, é o quinto com 57. Somando 48, o Bugre permanece na 11ª colocação.

O Bahia tenta confirmar o acesso contra o CRB, no próximo domingo (6), às 18h30, no Rei Pelé, pela 38ª e última rodada da Segundona.

O JOGO

Diante da sua torcida que lotou a Fonte Nova e precisando vencer para não depender de ninguém para carimbar o acesso, o Bahia começou a partida pressionando o adversário e já obrigando o goleiro Kozlinski a trabalhar. Em seguida, Mugni levantou a bola na área em cobrança de falta e Goulart tocou, mas ela foi para fora.

O Tricolor inaugurou o marcador aos cinco minutos com Davó. Após cobrança de escanteio de Jacaré, a defesa do Bugre afastou e ela sobrou para Luiz Henrique. O lateral dominou, levantou a cabeça e fez o cruzamento para Davó, que tocou de cabeça. Mas a arbitragem pegou impedimento do camisa 88 e invalidou o gol.

O Bahia não se abateu e continuou pressionando o adversário paulista. Aos seis, bola levantada novamente na cobrança de escanteio de Jacaré e a torcida pediu pênalti por tocar na mão de um defensor do Bugre. O jogo rolou, mas Wilton Pereira Sampaio foi chamado para rever o lance no VAR. Após revisão, ele assinalou a penalidade máxima aos sete minutos.

De pênalti, Mugni abre o placar
O Tricolor finalmente abriu o placar aos nove minutos com Lucas Mugni cobrando pênalti. O meia argentino pegou a bola, colocou na marca da cal e deslocou Kozlinski mandando a bola no canto direito. Bahia 1×0 Guarani

E o Esquadrão de Aço queria mais. Dois minutos depois do gol, Caio Vidal recebeu na área e tocou na saída de Kozlinski, mas o goleiro bugrino se recuperou e fez a defesa evitando o segundo tento baiano.

Aos 25 minutos, Davó arriscou de fora da área, mas o chute saiu fraco e Kozlinski caiu para fazer a defesa sem dificuldades. No minuto seguinte, novo ataque do time baiano. Caio Vidal bateu da intermediária e a bola desviou na defesa e saiu para escanteio.

O Bugre criou boa chance e quase empatou a partida aos 30 minutos. Boa jogada de Rodrigo Andrade pela esquerda, foi à linha de fundo, rolou para trás e Isaque bateu para o gol. Mas Luiz Henrique tirou de cabeça e evitou o gol paulista. Aos 37, o Tricolor tentou duas vezes, mas sem sucesso, sendo a última com Goulart finalizando por cima da trave paulista.

Segundo tempo

O Bahia voltou dos vestiários com a mesma formação da etapa inicial. Porém, em desvantagem no placar, o Guarani retornou modificado. O lateral Ivan Alvariño deu lugar ao também lateral Mateus Ludke.

O Tricolor chegou com perigo aos seis minutos com Vitor Jacaré. O atacante dominou, carregou e, no seu chute característico, bateu de fora da área, mas mandou por cima da trave. A resposta do Bugre veio na sequência. Yago arriscou de fora da área, Mateus Claus pulou e foi buscar no cantinho esquerdo desviando para escanteio.

Aos 12 minutos, Claus e Luiz Otávio salvaram o Tricolor. Na cobrança de falta, Giovanni Augusto levantou a bola na área e João Victor cabeceou, mas o goleiro do time baiano fez uma grande defesa e o zagueiro afastou o perigo.

Kozlinski evitou o segundo tento baiano aos 23 minutos. No seu primeiro lance, Ytalo cabeceou aproveitando cruzamento e o goleiro do Bugre fez grande defesa. No minuto seguinte, Jacaré quase marcou um gol olímpico ao cobrar o escanteio fechado, mas a bola bateu na trave da trave paulista.

Bugre empata
O Bugre chegou ao empate com Yuri Tanque cobrando pênalti aos 38 minutos. Após rever o lance no VAR, Wilton Pereira Sampaio viu a bola bater na mão de Miqueias no chute de Mateus Ludke. O camisa 9 do time de Campinas bateu no canto após paradinha. Bahia 1×1 Guarani

Mateus Claus ainda salvou o Tricolor aos 51 minutos. Yuri Tanque ganhou de Luiz Otávio e tocou para trás, Bruno José chegou batendo e o goleiro do time baiano fez grande defesa. Depois, o arqueiro dos donos da casa fez outra grande intervenção garantindo o empate na Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA
Bahia 1×0 Guarani
Série B – 37ª rodada
Local
: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 28/10/2022 (sexta-feira)
Horário: 19h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Bruno Boschilia (PR)
VAR: Wagner Reway  (PB)

Cartões amarelos: Marcinho, Miqueias (Bahia) / Giovanni Augusto, Madison (Guarani)

Gol: Mugni (Bahia)

Bahia: Mateus Claus; Marcinho, Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique (Miqueias); Patrick, Mugni e Ricardo Goulart (Rezende), Caio Vidal (Raí Nascimento), Vitor Jacaré (Matheus Bahia) e Matheus Davó (Ytalo). Técnico: Eduardo Barroca.

Guarani: Kozlinski; Ivan Alvariño (Mateus Ludke), João Victor, Derlan e Jamerson; Leandro Vilela, Rodrigo Andrade (Madison) e Giovanni Augusto (Yuri Tanque); Isaque (Edson Carioca), Yago (Bruno José) e Jenison. Técnico: Mozart.

Fonte – Bahia Notícias

Deixe uma resposta