A realidade! Sampaio Corrêa 1×0 Bahia

A realidade é que vai ter que melhorar bastante para se manter na primeira divisão do brasileiro e se quiser comemorar algum título esse ano, é melhor garantir o bainão.

A garotada tem futuro, mas como minha mãe dizia, roupa de criança não cabe em gente grande

Sampaio Corrêa 1×0 Bahia

Sampaio Corrêa segue sendo uma pedra no sapato do Bahia. Neste domingo (22), o time maranhense venceu o Bahia pela rodada de abertura da Copa do Nordeste, por 1 a 0. É a terceira vitória – todas no estádio Castelão, em São Luís – da Bolívia Querida sobre o Esquadrão na competição em cinco partidas disputadas. 

O resultado foi construído a partir de uma falha do goleiro tricolor, Marcos Felipe. Ao tentar driblar o atacante Vinícius Alves, o arqueiro perdeu a bola e cedeu o gol. 

Apesar de manter o domínio do jogo, o Bahia não soube aproveitar as oportunidades que teve e terminou o jogo zerado. Mugni chegou a perder um pênalti antes do Sampaio abrir o placar. É a primeira derrota do Tricolor na temporada. 

O Esquadrão volta a campo na próxima quarta-feira (25), contra o Jacobinense, às 21h30, na Arena Cajueiro, pela quarta rodada do Campeonato Baiano. 

O JOGO

A primeira chegada com mais perigo do Bahia ocorreu aos 13 minutos. Chávez recebeu pela esquerda e, sem ângulo, chutou forte e cruzado. A bola foi para fora.

No minuto seguinte, uma sequência de lances a favor do Tricolor. Biel arriscou de fora da área e Luiz Daniel mandou para escanteio. Após a cobrança, Raul Gustavo ficou com a sobra e dividiu com o goleiro.

Falhou na marca da cal…

A grande oportunidade veio aos 19 minutos. Chávez foi puxado por Nádson dentro da área e o juiz assinalou o pênalti. Mugni cobrou e o goleiro defendeu. Biel ainda pegou o rebote, mas mandou por cima.

Aos 27, foi a vez de Kayky aparecer. O ponta fez boa jogada individual e chutou de esquerda. Luiz Daniel estava lá para conferir novamente.

O camisa 9 do Esquadrão, Everaldo, teve a bola limpa para finalizar aos 39, mas dominou mal e chutou por cima.

Falhou onde não devia…

Apesar de dominar o jogo, o Bahia pagou o preço pelo excesso de confiança. O goleiro Marcos Felipe recebeu bola recuada de Raul Gustavo e, ao tentar driblar Vinícius Alves, perdeu a bola e permitiu que o Sampaio abrisse o placar no Castelão.

Segundo tempo

O Esquadrão começou a etapa final novamente em cima. Após jogada de Kayky pela direita, a bola sobrou para Acevedo, que, dentro da área, chutou por cima.

Na sequência, contudo, o jogo esfriou. Apesar de manter a posse de bola, o Bahia encontrou dificuldades para chegar à meta do Sampaio Corrêa.

A segunda chance de maior perigo surgiu apenas aos 28. Jacaré recebeu pela direita e encontrou bom passe para Acevedo no meio. Dentro da área, o volante mandou por cima do gol.

O Sampaio Corrêa respondeu aos 32 minutos. Pimentinha fez jogada individual pela direita e deixou Gabriel Silva livre para bater. O atacante isolou.

Aos 34, após cobrança de falta na área, Biel escorou para dentro e Ricardo Goulard não conseguiu empurrar a bola para o gol.

O Sampaio Corrêa ainda colocou uma bola na trave aos 49 minutos.

FICHA TÉCNICA
Sampaio Corrêa 1 x 0 Bahia
Copa do Nordeste – 1ª rodada

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Data: 22/01/2023 (domingo)
Horário: 19h
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)
Assistentes:  Francisco Chaves Bezerra Junior (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
Quarto árbitro: José Henrique de Azevedo Junior (MA)
Cartões amarelos: Kanu, Acevedo e Daniel (Bahia) / Nadson e Emerson Souza (Sampaio Corrêa)
Gol: Vinícius Alves (Sampaio Corrêa)

Sampaio Corrêa: Luiz Daniel; Mateus Ludke (Yann), Allan Godói, Joécio e Vitinho; Wesley Dias (Emerson Souza), Eloir (Maurício) e Nadson (Rafael Vila); Pimentinha, Matheus Martins (Gabriel Silva) e Vinícius Alves. Técnico: Felipe Conceição.

Bahia: Bahia: Marcos Felipe; Doulgas Borel, Kanu, Raul Gustavo e Chávez (Ryan); Rezende (Diego Rosa), Acevedo e Mugni (Vitor Jacaré); Biel, Kayky (Daniel) e Everaldo (Ricardo Goulart). Técnico: Renato Paiva.

 

 

Deixe uma resposta