Investigado por abuso de poder religioso, médico assume como deputado federal pela BA

Investigado por abuso de poder religioso, médico assume como deputado federal pela BA

Foto: Reprodução / Agência Câmara

Os baianos têm um novo representante na Câmara dos Deputados. O médico João Antônio Holanda Caldas, presidente estadual do Pros na Bahia, assumiu o mandato como deputado federal pela Bahia no lugar de Tito, deputado federal do Avante que se licenciou para se concentrar na disputa da prefeitura de Barreiras. Isso ainda no final do mês de maio, porém a licença de Tito chamou pouca atenção da imprensa soteropolitana.

No currículo, além da formação em medicina, o parlamentar de primeira viagem também enfrenta questionamentos na Justiça. 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) chegou a suspender, em janeiro de 2019, a diplomação de Dr. João, acusado de praticar abuso de poder religioso na campanha de 2018. Dr. João promoveu e participou de atividades religiosas de grande proporção na Igreja Mundial do Poder de Deus em prol da sua campanha. O médico foi galgado a condição de “candidato do Bispo França e do Apóstolo Valdemiro” na Bahia e, com isso, conquistou votos pela igreja. 

O processo ainda corre na Justiça eleitoral. Procurado pelo Bahia Notícias, o deputado não retornou o contato para comentar o processo. 

Como parlamentar, João tem concentrado o mandato, assumido em maio deste ano, em pautas ligadas a medicina e ao enfrentamento a pandemia. Ele integra a Comissão Externa de Enfrentamento a Covid-19. 

 

Deixe uma resposta